Os problemas dos “ismos”

O debate político, empresarial e acadêmico está cada vez mais reduzido a uma polarização entre "istas" e "anti-istas". Sobram adjetivos e faltam ideias. Influenciadores e seguidores de tendência replicam palavrões como se fossem argumentos. Questiona-se atitudes e ideias morais que não tem relação com os problemas reais do país, das cidades, nem da maioria das pessoas.